quinta-feira, dezembro 04, 2008

Há dias assim

De vez em quando -ultimamente em doses industriais - dá-me aquelas maluqueiras de pensar que a vida nos corre sempre de feição. A mim não corre. Há já muitos anos. E, por esse motivo, começo a enlouquecer. É que isto de ter azar tantos anos seguidos tem que se lhe diga. Diga mal, mais precisamente. Há quem diga que não há azar que sempre dure. Curiosamente, lembrei-me, num dia de muita angústia para mim - daqueles dias em que sentimos um nó na garganta como se alguém nos quisesse sufocar voluntária e violentamente e nos apetece chorar tanto, mas as lágrimas teimam em cair - de ir até ao youtube a clicar Iron Maiden. Bem dita a hora. Este grupo tem o dom de me levantar a moral. Sempre teve. Assim como sempre me fez sentir como nenhum mal me atingisse. Conheci-os ainda novinha e passei grande parte da minha juventude a ouvir - vezes sem conta - as músicas e, especialmente, as letras destes génios mal compreendidos. Por momentos vivi recordações que estavam bem guardadinhas no baú da minha memória. Numa prateleira bem selectiva onde só guardo o que de melhor vivi. E soube tão bem.

2 Comments:

Blogger Veríssimo de Almeida said...

Sabe sempre bem ouvir de vez em quando as musicas de fundo da gaveta e recordar quando as coisas ainda eram simples, antes de as termos complicado demais, ate perdermos muitas vezes o fio a meada do que fizemos e do que queremos esquecer.

terça-feira, setembro 15, 2009 2:46:00 da manhã  
Blogger Veríssimo de Almeida said...

Este comentário foi removido pelo autor.

terça-feira, setembro 15, 2009 2:47:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home